12 comentários:
De lahanna a 14 de Agosto de 2007 às 00:42
Desculpa invadir assim o teu blog, mas estava a passar e vi o nosso rio Mondego e não consegui deixar de ler o teu post... tenho apenas 24 anos e sou filha de pais separados... até hoje não sei o que o tribunal decidiu acerca do poder paternal, mas julgo que me fez falta passar algum tempo com o meu pai... eu nem dois fins-de-semana passava... via-o em tempos de festa e pouco mais... é por isso que o teu post me deixou muito feliz, ver que sentes necessidade de ver o teu filho bem... espero que a vossa felicidade faça com que ultrapassem tudo o que venha no futuro.

Desculpa, uma vez mais, a invasão e o desabafo...


De LIsa_ a 6 de Agosto de 2007 às 18:58
"O primeiro dia do resto da tua vida"... de agora em diante, é sempre em frente ;) sempre em frente com as habituais bifurcações, as grandes e pequenas decisões mas sempre em frente e sobretudo na companhia do teu verdadeiro bem: o teu pikeno!
Diga-se que cresceu lindamente, está um rapazão :)
Um beijo em vocês dois.
Até um dia,


De Á flor da pele a 4 de Agosto de 2007 às 21:32
Nunca consegui perceber esse tipo de atitudes! Qd me divorciei , os meus filhos não tiveram a "sorte" do teu, pq apesar dos meus esforços, o pai nunca quis saber deles. Quis Deus, que eu lhe desse um padrasto de mt valor, a quem ambos tratam ,respeitam e gostam como pai.
Dou-te os parabéns pelas tuas atitudes, tanto de presença constante para o teu filho, como pelo controle perante, as atitudes mais tresloucadas da tua ex.
Espero, de verdade, que a felicidade seja agora, a unica avenida á tua frente e que nunca te desvies dela.
Fica um beijo


De Marta a 4 de Agosto de 2007 às 15:08
Sinto muito que tenhas tido de passar por uma fase negra. Mas sinto mais pelo teu pequeno, porque tu, sei que tens força e ele, receio mais pelas marcas. Mas sei que tratarás de as suavizar, do tempo que te conheço aqui. Agora é: o pior já passou. Toca a recomeçar. Por mais estranho que pareça, o amor ainda existe. Hás de vê-lo por aí.
Beijos


De Marlene a 4 de Agosto de 2007 às 12:10
Sê forte.Não como as ondas,que destroem, mas sim como as rochas que a tudo resistem, e pensa que no
fim de um túnel escuro, há sempre uma saída cheia de luz. Beijo e vai ser feliz junto de quem mais amas.
Um abraço para um Homem extraordinário.email:mmboa@msn.com


De Anónimo a 4 de Agosto de 2007 às 03:09
Pois.. essa é uma situaçao complicada, quando temos de decorrer ao divorcio e existem filhotes pelo meio, mas sei de fonte limpa que és bom pai, um bom amigo, e serás sempre aquele que ele terá e precisará nos bons aos maus momentos da sua vida.
Felicidades é o que te desejo a ti e ao pequenote.
Agora toma cuidado quando voltares a entregar o teu coração, esxiste um velho ditado ao qual eu sou apologista:
' Quem vê caras e 'sexo', não vê corações, em primeiro lugar a felicidade do teu filho, claro que nunca esquecendo a tua felicidade, mas acho que já tiveste o exemplo!
Abraço.


De Anónimo a 3 de Agosto de 2007 às 20:21

O primeiro dia
Sérgio Godinho

A princípio é simples anda-se sozinho
passa-se nas ruas bem devagarinho
está-se no silêncio e no burburinho
bebe-se as certezas num copo de vinho
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Pouco a pouco o passo faz-se vagabundo
dá-se a volta ao medo dá-se a volta ao mundo
diz-se do passado que está moribundo
bebe-se o alento num copo sem fundo
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

E é então que amigos nos oferecem leito
entra-se cansado e sai-se refeito
luta-se por tudo o que leva a peito
bebe-se come-se e alguém nos diz bom proveito
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Depois vem cansaço e o corpo fraqueja
olha-se para dentro e já pouco sobeja
pede-se o descanso por curto que seja
apagam-se duvidas num mar de cerveja
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Enfim duma escolha faz-se um desafio
enfrenta-se a vida de fio a pavio
navega-se sem mar sem vela ou navio
bebe-se a coragem até dum copo vazio
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

E entretanto o tempo fez cinza da brasa
e outra maré cheia virá da maré vaza
nasce um novo dia e no braço outra asa
brinda-se aos amores com o vinho da casa
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida


De Minerva a 3 de Agosto de 2007 às 18:46
Olá

Realmente, pelo que descreves não foi um momento fácil de viver... mas com certeza foi mais bem dificil para o menino. Uma mãe é essencial mas um pai é indispensável na vida de uma criança. Espero que ela se aperceba disso...
Não nos podemos esquecer do que sentiamos quando éramos apenas filhos...

Um abraço.

PS: Gostei bastante do blog, acho que vou passar mais vezes.


De Cristal a 3 de Agosto de 2007 às 18:36
Se há pessoas que na vida merecem ser felizes e ter uma nova oportunidade essa pessoa és tu.
Do que te conheço sei que acima de tudo o mais importante é o bem estar do teu filho e a decisão tomada, por muito que te tenha custado, foi de certeza a mais acertada.
Por vezes a vida que não é como queremos e sofremos desilusões, dissabores, mas também sei que como homem forte que és, consegues ultrapassar tudo isso......
Quanto á frase" hoje é o primeiro dia do resto da minha vida..." acho que traduz que uma nova vida te aguarda , para a frente amigo e cá estarei sempre para te ouvir
Beijos cristalinos para os dois homens


De caixapreta a 3 de Agosto de 2007 às 17:08
Fico contente, sei avaliar "por alto" o que significa para ti...
Tudo de bom de hoje em diante, para ti e para o menino...
Beijo


Comentar este texto vadio