Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007
20 anos após a sua morte...
      Zeca Afonso é hoje recordado em Portugal
 

O autor de temas como Grândola Vila Morena, faleceu há 20 anos. Em Vigo há quem queira atribuir o seu nome a uma rua da cidade.

José Afonso, ou Zeca Afonso como ficou conhecido, nasceu em Aveiro mas cresceu entre Angola, Moçambique, Belmonte e Coimbra. Foi na cidade dos estudantes, onde frequentou o Liceu D. João III e a Faculdade de Letras, que Zeca Afonso procurou e se deixou descobrir pelo fado de Coimbra.

Teresa Portugal, deputada e mulher de António Portugal, que acompanhou José Afonso à Guitarra, garante que “o Zeca era um cantor multifacetado”.

Ao viver de perto as emoções de Zeca Afonso, Teresa Portugal recorda que Zeca Afonso, nos tempos de estudante, “buscava uma música que ainda não tinha”.

Um homem complexo mas simples, Zeca Afonso “visitava as velhas da zona alta de Coimbra e conversava muito com a gente. Era um estudante que tinha mais amigos na população do que na comunidade de estudantes”, recorda Teresa Portugal.

O estudante, que se tinha entregue ao fado de Coimbra, procurava que lhe ensinasse mais sobre a música portuguesa. Por isso, salienta Teresa Portugal, “o Zeca conhecia as figuras mais carismáticas das cidades e entre elas procurava as que falavam das raízes musicais”.

Teresa Portugal redigiu um texto em memória de Zeca Afonso que foi votado por unanimidade. Por isso mesmo, a deputada afirma que "este é um texto que pertence a todos os partidos".

A chamada canção de intervenção surgiu mais tarde e acabou por este género musical que marcou um período importante da História de Portugal.

Em 1953, gravou os primeiros discos: «Fado das Águias» e «Outras Canções». Em 1960, editou «Balada de Outono». Era então professor do ensino secundário, tendo leccionado em colégios particulares, por todo o país.

Vítima de perseguição do regime ditatorial, Zeca Afonso chegou a ser preso e teve mesmo de deixar de exercer a sua profissão de professor que exerceu em Portugal e em África.

A data é hoje celebrada um pouco por todo o país, através de diversas iniciativas, e também além fronteiras. Em Vigo, Espanha, existe mesmo um movimento que pretende atribuir o nome de Zeca Afonso a uma rua da cidade.

Os líderes deste movimento argumentam que foi aqui que Zeca Afonso cantou pela primeira vez em público o tema “Grândola Vila Morena”. A canção faz parte do álbum Cantigas de Maio e foi a senha da revolução dos Cravos que trouxe a liberdade e democracia a Portugal.

 Paulo M. Guerrinha @




vadiado por homem de negro às 11:11
Ligação vadia | Vadia para mim

6 comentários:
De Á flor da pele a 24 de Fevereiro de 2007 às 22:44
Olá.
Andei ausente, mas estou de volta, embora com outro nome e outra cara, desta feita para ficar.
Qt ao teu post, acho que me perdi no tempo...mas de facto foi já há 20 anos...
Tb vi o post anterio...:) aquele "bicho" tb andou por cá no ano passado.
Beijo para ti e para o teu pequenino


De Kitty a 24 de Fevereiro de 2007 às 21:20
Sempre gostei de Zeca Afonso, de todas as coantorias dele, pela simplicidade, pela musicalidade e mais não sei...gosto mesmo desta música:

'Amigo
Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também
Em terras
Em todas as fronteiras
Seja benvindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também
Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também'

Um beijo para ti, atirado ao vento...


De Dulcilena a 24 de Fevereiro de 2007 às 20:17
Olá Amigo,

Zeca Afonso, este nome sempre me fez lembrar o meu cunhado, que também tem o mesmo nome.

Lembro-me, que antes do 25 de Abril, a maior parte das músicas dele ficaram apreendidas pela sensura.
A partir dessa data, a música mais ouvida e que eu sempre gostei, foi "Grandola Vila Morena" quando ouço esta música lembro-me da senha da Revolução os Cravos vermelhos. Outra coisa que eu não esqueço, foi a senha do Golpe de Estado do dia 24 para o dia 25 de Abril às 00:00 horas "E Depois do Adeus" cujo cantor é o Paulo de Carvalho.

Zeva Afonso foi um grande poeta e músico.

Beijinhos Dolces pra ti e teu homem pequeno e B.F.S.



De Su a 24 de Fevereiro de 2007 às 12:53
Um Homem de um pulso firme que teve muita coragem em fazer o que fez nos tempos que corriam.

Passei por cá pra te desejar um bom fim-de-semana cheio de grandes momentos.
Um beijo vadio.


De Lobaaaaaaaaaaaaaaa a 23 de Fevereiro de 2007 às 14:17
Acho que se se deu valor a este Homem depois da sua morte... é pena!

Beijos :)



De Passo a 23 de Fevereiro de 2007 às 12:34
um grande poeta e musico, sem sombra de duvida, marcou e fez a diferenca numa altura tao conturbada do nosso país


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
blogs SAPO
subscrever feeds