Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
Férias...

 

 

     Foram dois meses extenuantes, a trabalhar ininterruptamente, que terminaram hoje, agora tenho tudo arrumado e amanhã é só partir, seguir caminho para onde a estrada me levar. Sei que o Alentejo é o destino privilegiado, assim como foi nos últimos anos pois lá sinto-me bem...

     Vou à procura do sol e do mar, da preguiça e da vadiagem de praia em praia, de estar bem na companhia do meu filho, de retemperar energias. Fecho o tasco até ao fim do mês, deixo ficar a companhia da boa música que nós temos por cá...

     Fiquem bem e até já....

 

 


sinto-me: de partida, leve...
música: fado do encontro - tim e mariza

vadiado por homem de negro às 00:28
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (1)

Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008
Por favor, eu quero mesmo sair...

 

39

Menos um, canudo... Estou mesmo a ficar velho...

 

 

 


sinto-me: encurralado...
música: the final countdown - europe

vadiado por homem de negro às 12:40
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (5)

Terça-feira, 12 de Agosto de 2008
...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Até sempre, companheiro... 

 

 


sinto-me: vazio...
música: ave maria - cristinha england hale

vadiado por homem de negro às 13:28
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (2)

Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008
À memória de um amigo...

 

 

 

 

     Demasiadas vezes segui esse caminho que leva ao cimo do monte, lá de onde alguns já não voltam. Demasiadas vezes para lá acompanhei amigos, amigos demais, que por lá ficaram. De todas as vezes são as lágrimas que me acompanham ao descer o caminho, é a tristeza, a dor, a mágoa, a incompreensão, o porquê, o querer apenas esquecer...

     Numa madrugada má, num Domingo de má memória, o Paulo optou por se ir embora. 36 anos apenas, um companheiro de tantas noites, das festas da aldeia que não era sua mas que adoptou e que o adoptou a ele, do nosso Benfica, dos Xutos e das noites sem fim, das Queimas e dos concertos, das gargalhadas pelas maluqueiras que íamos dividindo entre uma rodada de minis e um travo de amizade ligeira, mas saudável...

     Tinha apalavrado o seu casamento para ir fotografar em Outubro. Um mês calmo, com tempo para irmos alinhavando a coisa. A namorada de sempre já andava de volta dos preparativos, porque o tempo voa e nestas coisas há sempre complicações de última hora, coisas para resolver, pessoas para convidar, papeis para tratar...

     Dizem as notícias que parou o carro perto da linha e simplesmente deixou que o comboio lhe levasse a vida, como se de uma paragem se tratasse e ele tivesse optado por seguir viagem. Nem sei bem o que sentir perante o dramatismo de uma decisão destas, sei apenas que é mais um companheiro de jornada que se foi embora...

     Apetece-me, muito, chorar. Sinto um nó no estômago, aquele sentimento de derrota e de dor que me paira tantas vezes na alma e que me há-de levar, logo mais à noitinha, para onde possa chorar e falar com a noite. Tenho de voltar a subir esse caminho que leva ao cimo do monte pois há mais um amigo para levar...

     Recebe o Paulito, irmãzita, nós tratamos dos nossos vivos, ajuda tu a tomar conta dos nossos mortos. Porque, em dias assim, a vida é tão pouco nossa...

     Um dia havemos todos de nos ver por aí...

 

 


sinto-me: preciso de chorar...
música: gritos mudos - xutos & pontapés

vadiado por homem de negro às 10:53
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (2)

Sábado, 9 de Agosto de 2008
SOS Planeta Terra......

    

 

 

     Antes de terminar o ano, lá fomos novamente entregar as tampinhas recolhidas durante o ano para ajudar alguém a ter uma cadeira de rodas. Desta vez a colheita foi mais fraca, nada como os 127 garrafões do ano passado, mas mesmo assim conseguimos juntar 75 garrafões, o que revela bem o empenhamento dos nossos meninos nesta recolha...

     A entrega, tal como no ano passado, foi feita no Diário de Coimbra, no dia anterior fui à escolinha carregar a menina vadia com os garrafões e lá segui  de manhã mais o meu homenzito e os outros meninos para entregar as tampinhas e aparecer na fotografia do jornal. Toca a carregar, miudagem...

 

 

     A entrega foi o culminar de um ano lectivo em que foi desenvolvido um projecto ecológico denominado SOS Planeta Terra, que permitiu à miudagem desenvolver uma série de actividades relacionadas com a importância da reciclagem e da utilização racional do meio ambiente...

     Para o ano há mais. A gente vê-se por aí...

 

 



vadiado por homem de negro às 00:01
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (1)

Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008
O peso da vida...

 

    

 

 

     Não conseguiu suster as lágrimas à medida que o neto cantava a canção dos parabéns. Nem ele, que de pronto e vendo a avó a chorar começou a deixar cair as suas lágrimas. Grossas, as de ambos. Fartas. Ela por sentir saudades, ele porque a avó chorava e se a avó chorava, ele também tinha de chorar. Não conseguia evitar tal, o coraçãozito dele não permitia...

     Ela falou-lhe, por entre as lágrimas, de uma menina que se foi embora há muitos anos. A tia Elsa, aquela que está na fotografia com o bebé, o primo João, ao colo. E já foi há tanto tempo que o João já namora e já é um homem. E ele perguntou-lhe se a tia Elsa tinha ido para o céu onde estava a avó Moira, para onde vão as pessoas quando morrem e se vão embora. Ela não conseguia parar de chorar e ele enroscou-se no colo dela, dentro do seu abraço protector de avó...

     "Tenho-te a ti meu amor, tenho-te só a ti que ainda precisas de muito carinho", repetia ela por entre as lágrimas de saudades da filha que partiu há tantos anos. O bolo de aniversário ficou esquecido, bem como as velas e a canção dos parabéns, apenas interessava o facto da avó estar a chorar e se sentir triste. Apesar de ser dia de anos e ele dizer que se a avó estava a chorar no dia de anos, deviam ser lágrimas de felicidade...

     Consegui animá-los. Apesar de me apetecer chorar também. Porque foi com a morte da minha irmã que acabei por afastar de mim a saudade. Já não sinto saudades, apenas me lembro. Com carinho. E tudo melhorou um pouco com uma fatia de bolo e um copo de espumante. Até o pequenito molhou os lábios e logo lhe saiu um "não sei como é que vocês são capazes de beber isto, pica tanto"...

     Um abraço grande do neto, outro meu, forte, intenso, a saber a lágrimas. Quando ficamos os dois e eu lhe disse para ir brincar, ele começou a chorar, novamente, e disse-me que gostava muito de nós, que éramos os seu melhores amigos. Ajoelhei-me, abracei-o e deixei então fluir as minhas lágrimas, a par das dele. Porque ainda continuo a achar que faz bem chorar...

     Parabéns, mãe. Desta vez comprei as velas certas. Vencemos mais um ano, já são 76, este foi um bocado difícil com as operações, mas cá estás ainda para as curvas, ao contrário do que sempre dizes, que "para o ano já cá não estou"...

     Um beijo grande, gosto muito, muito, de ti. Gostamos os dois, este marmanjo que te inquieta e aquele pequenito que te encanta. Gostaremos sempre porque tens sido fundamental na nossa existência, pelo muito que nos dás, pelo nada que exiges em troca, pelo sorriso que tens sempre para dar...

         


sinto-me: nostálgico...
música: Why does my heart feel so bad - Moby

vadiado por homem de negro às 23:00
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (3)

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2008
Relatório final...

 

 

 

ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL
É uma criança muito alegre, amiga, que interage com os outros de modo muito positivo, sendo cooperante e responsável pelas suas atitudes e actividades. É bastante receptivo a novas aprendizagens e gosta de partilhar e incentivar os outros na aquisição de conhecimentos.

 

 

AUTONOMIA
É completamente autónomo a nível de higiene e da alimentação, revelando interesse e empenho durante as actividades, sendo autónomo na sua realização e conclusão. 

 

 

IDENTIDADE PESSOAL 
Identifica e articula todos os itens da sua identidade pessoal, do mesmo modo que reconhece todos os laços de pertença e relação social.

 

 

DOMÍNIO DA EXPRESSÃO MOTORA
Revela potencialidades na articulação de todos os aspectos da motricidade global, sendo também muito eficaz em actividades de motricidade fina.

 

 

DOMÍNIO DA EXPRESSÃO DRAMÁTICA
Gosta de participar e envolve-se facilmente em actividades de expressão dramática, criando histórias e personagens das quais assume diversos papeis.

 

 

DOMÍNIO DA EXPRESSÃO PLÁSTICA
É uma área muito gratificante, onde o Tiago desenvolve a sua criatividade dando a cada trabalho um toque muito especial e rico de pormenores. Procura ir sempre mais além na exploração das técnicas e materiais.

 

DOMÍNIO DA EXPRESSÃO MUSICAL
Revela gosto e facilidade em memorizar canções, tendo um leque variado de preferências musicais. Gosta de cantar, dançar e explorar sons e ritmos.

 

DOMÍNIO DA LINGUAGEM E ABORDAGEM À ESCRITA
Expressa-se de modo coerente e faz recontos e sequências de ideias de modo correcto, articulando todos os elementos da frase. Identifica e reproduz letras e palavras tendo noção da função e orientação da escrita.

 

 

DOMÍNIO DA MATEMÁTICA
Realiza com facilidade todas as actividades e organiza e gere todas as noções e conteúdos de modo positivo.

 

 

ÁREA DE CONHECIMENTO DO MUNDO
É uma criança muito curiosa que sabe e gosta de explorar e conhecer o mundo que o rodeia. Reconhece e aplica hábitos e atitudes correctas para a sua vida e para a preservação do ambiente.

 

 

OUTROS ASPECTOS CONSIDERADOS IMPORTANTES

- O Tiago é uma criança muito meiga, alegre e responsável. Gosta de participar e ajudar os pares na resolução de actividades, bem como na partilha de conhecimentos ou sentimentos. Envolve-se com muito interesse nas actividades e procura sempre obter o melhor resultado. Tem grande capacidade na aquisição, articulação e consolidação das aprendizagens.

 

 


 

     Chama-se Tiago. É o meu filho, o filho do homem ou mibito. Trouxe este resumo do relatório do infantário hoje não por vaidade, embora ache que esta até me poderia ser permitida, mas por ver que, apesar da maldade que eu e a mãe dele lhe fizemos, também fomos capazes de amparar o seu caminho de forma bastante saudável, pelo menos até agora.

     Com a ajuda daquele pessoal lá do infantário que ficarão sempre no meu coração. Ontem, dia de despedidas, houve lágrimas e "mosh ao Tiago". Fica prometido, e foi ele que pediu, que no primeiro dia de aulas, irá fazer uma visitinha à sua primeira escolinha.

     Obrigado. Até sempre...

 

 


sinto-me: Em Agosto...
música: Voar - Tim

vadiado por homem de negro às 12:11
Ligação vadia | Vadia para mim | Vadiagens (5)

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds