Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Sexta-feira, 9 de Setembro de 2011
Coisas de nós...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma voz fantástica, uma letra tocante, um grande tema...

 

 

 

 


música: Adéle - Someone like you...

vadiado por homem de negro às 00:05
Ligação vadia | Vadia para mim

10 comentários:
De Lobaaaaaaaaaaa a 8 de Setembro de 2011 às 21:59
Pois é... fantástico! Música (que não se ouve) e foto.

O tamanho da porta deve ser proporcional à grandeza do sentimento. Será?!?

Bem, vou inventar para outro lado... continua a gostar assim e muitas felicidades, carissimo amigo.

Beijos e abraços :)


De homem de negro a 12 de Setembro de 2011 às 02:58
Pois, já tinha sido substituida pela carvalhesa. Quanto à porta, bem....
Um beijo vadio...


De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaaa a 12 de Setembro de 2011 às 22:20
Oh pá!
Já viste ali aquele blogue da mulher que abriu as janelas?
Oh pá!
Não publiques este comentário.
Oh pá!
Oh pá!
Oh pá!


De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaa a 13 de Setembro de 2011 às 23:51
Oh pá!
Não sabes ler, caramelo?
Fonix!


De homem de negro a 15 de Setembro de 2011 às 23:48
Sei ler, pois. Mas eu e tu foi sempre tudo às claras, bem sabes...


De ... a 6 de Setembro de 2011 às 14:26
Não tirando beleza ao tema...demasiadas portas abertas....


De homem de negro a 8 de Setembro de 2011 às 00:57
Antes pelo contrário, uma porta só, meio aberta, meio fechada...


De ... a 8 de Setembro de 2011 às 11:46
Opiniões divergentes.... ou fica aberta ou fechada em definitivo...


De Helena a 6 de Setembro de 2011 às 10:21
Vim aqui hoje espreitar porque me lembrei de si, no passado domingo, no Avante, no concerto extraordinário que os Xutos fizeram o favor de nos brindar.

Um abraço


De homem de negro a 8 de Setembro de 2011 às 00:59
Com muita pena minha tive de vir de lá pelas 20h. Saí com o coração quente, de lágrimas furtivas, ao ouvir a carvalhesa e sentir-me honrado por ter visitado este espaço de solidariedade...


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds