Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010
O que faz falta?

 

 

 

 

     Correm maus os dias em que os mais necessitados vêm a fome aproximar-se a passos largos e sem saber como cuidar da prole. Cortam-se abonos, subsídios de apoio, dificulta-se o acesso ao ensino, a saúde é cada vez mais cara e o dinheiro mais escasso. Como se os filhos dos pobres não pudessem ficar doentes ou mesmo estudar, como se só contássemos na hora de eleger os carrascos que nos vão maltratar durante mais quatro anos. O que é, de facto, a causa maior...

     Aqui e ali há traços de solidariedade, é certo, como, por exemplo, a campanha do banco alimentar, que, em dias de crise, ultrapassou as melhores expectativas, demonstrando que aqueles que mais dificuldades vivem são os que mais depressa ajudam. Ou as ajudas à Ajuda de Berço, que tanto bem faz às crianças que a sociedade rejeita. Ou ainda os voluntários que cruzam ruas levando um pouco de comida aos que já nada mais esperam da vida. Porque, acreditarei sempre, ainda somos uns para os outros...

     Mas há muito quem se aproveite da boa vontade alheia. E este simples alinhavar de palavras tem como objectivo repudiar a mesquinhice e a hipocrisia que é a campanha dos hipermercados continente com a causa maior e as popotas e o raio que os parta a todos. Fazem um figurão com o nosso dinheiro e depois, provávelmente, ainda vão descontar nos impostos. E toca de ir para a televisão sorrir e tratar como seu aquilo que não o é...

     Mais, alargando horizontes, que dizer do chumbo pelo PS ao projecto de lei do Partido Comunista que previa efeitos retroactivos na cobrança de impostos às empresas que anteciparam os dividendos, roubando, é o termo, milhões em impostos? Como podemos aceitar de ânimo leve que nos obriguem a fazer sacrifícios e depois deixem o capitalismo roubar o que devia ser de todos? Como é possível que o PS possa olhar de frente até para os seus próprios apoiantes, cortando salários, mas deixando este fartar vilanagem assumir foros de normalidade? Porque dos laranjinhas e dos reboques a malta já sabia o que esperar

     Correm maus os tempos, é certo. Mas, sabemos bem, que isso não é verdade para todos. Porque os que mais precisam são sempre os que mais prejudicados são. Com o repetir constante da palavra crise, assustam-se os pequeninos, para que os grandes possam fazer caminho da imoralidade dos seus actos perante o sacrifício que devia ser colectivo. Por isso têm tanto medo do FMI?

     Não me envergonho de ser português porque a pátria lusitana canta no meu coração, um orgulho em fazer parte de um povo que tantos mundos deu ao mundo. Mas envergonho-me que o meu povo permita que se faça tão pouco dele sem levantar a cabeça e protestar. E que permita que, em dias tão dificeis, os bancos e as empresas públicas possam apresentar lucros fabulosos sem serem por isso penalizados...

     Porque, é bom de ver, essa tal de crise é da responsabilidade desta gentalha sem escrúpulos e permitida por outra gentalha igualmente sem moral, mas com a agravante de ter sido eleita por nós. Sócrates e Assis são um bom exemplo da falta de coragem enquanto representantes do povo, da covardia politica que demonstram com a subserviência ao grande capital, da falta de espinha dorsal enquanto seres humanos. Não prestam. E nós sabemos e nada fazemos. E isso é que dói...

     Então, se são tantos os maus exemplos, tanta a podridão, o que será que faz falta para acordarmos de vez? Porque continuamos de 4 em 4 anos a votar nesta gentalha que só se lembra de nós quando a hora é de ir ao poleiro? Será que gostamos assim tanto de ser enxovalhados? Alguém que saiba mais do que eu que me ensine porque eu não consigo entender o que tanto medo nos causa. Porque a pouco e pouco vamos ficando sem os direitos que Abril (e graças aos comunistas, há que dizê-lo sem vergonha) nos deu. E qualquer dia sem liberdade para protestar. Mas nessa altura já deve ser tarde...

     A gente vê-se por aí...

 

 

    



vadiado por homem de negro às 00:00
Ligação vadia | Vadia para mim

2 comentários:
De MAU MAU MARIA a 23 de Dezembro de 2010 às 23:12
Parabéns pelo blog e pela luta e já agora obrigado pela visita. Um, abraço


De Helena a 13 de Dezembro de 2010 às 11:41
Palavras certeiras, estas suas.

Somos enganados e roubados todos os dias, mas não nos conseguimos mobilizar e gritar um "basta".

Um abraço.


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds