Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Domingo, 21 de Março de 2010
Em nome dos pais...

    

 

 

 

 

"Não temos nas nossas mãos as soluções para todos os problemas do mundo, mas diante de todos os problemas do mundo temos as nossas mãos..."

 

Friedrich von Schiller

 

 

 

 

     Quis o destino que tivesse sido convidado para fotografar comercialmente a apresentação de uma associação de apoio às crianças portadoras de trissomia 21, a Associação Olhar 21 - Associação de Apoio à Inclusão do Cidadão com Trissomia 21, com o patrono do Dr. Laborinho Lúcio. Para quem não saiba (e eu não sabia) assinala-se a 21 de Março o Dia Mundial da Trissomia 21. E nestas coisas relacionadas com deficiências, sou extremamente curioso, quer pelo facto de me considerar bastante sensibilizado em relação a tudo o que diga respeito a crianças, quer pela minha vertente de pai...

 

     A verdade é que, em tempos, quando fazia jornalismo ao fim de semana para o Diário de Coimbra, tive oportunidade de fazer um artigo sobre crianças deficientes de uma outra associação, da Lousã, e vim de lá completamente fascinado pelo trabalhado daquela gente e, igualmente, pela força das pessoas que frequentavam a associação. Foi-me por demais evidente que há, de facto, muito quem dê de si pelos outros. Acredito, nestes dias, que somos efectivamente uns para os outros...

 

     Tal como nessa altura, ontem houve alturas que encostei a máquina e deixei-me simplesmente ficar a ouvir testemunhos de gente com filhos portadores da deficiência e da grandeza das suas palavras, da imensidão das suas lutas, de serem, efectivamente, super-pais e super-mães, lado a lado com super-irmãos. Não tenho ilusões, é uma luta desigual, onde a luz ao fundo do túnel raramente existe. Faltam associações, professores, terapeutas, falta acima de tudo o interesse do estado por uma causa que passa ao lado da maior parte de nós pais, inclusive. Porque é sempre um problema dos outros até ao dia que nos bate à porta...

 

     Os objectivos da associação são os seguintes:

 

  1.  Promover e facilitar a inclusão e integração social global do cidadão com trissomia 21;
  2. Sensibilizar a comunidade em geral para as questões relacionadas com a trissomia 21, fazendo a sua divulgação junto das entidades oficiais, empresas, estabelecimentos educativos, desportivos e culturais;
  3. Contribuir activamente para a defesa dos legítimos direitos e interesses do cidadão com trissomia 21;
  4. Fomentar e implementar acções relacionadas com os aspectos científicos, educacionais, profissionais e sociais da trissomia 21

     Gostei dos miúdos, alguns deles extremamente carinhosos e educados, conversadores, numa pose constante para o "sr. fotógrafo tirar o retrato". Gostei de ver os diversos workshops de desenho, musica, pinturas faciais, dança e a forma como estes meninos especiais interagiam com os outros meninos. Porque no fundo são todos crianças e a realidade dos mesmos às vezes prepara-os para estas situações. Gostei de fazer este trabalho e de, por uma tarde, fazer parte de um mundo que todos nós devemos acarinhar. E trouxe a imagem de um caso de sucesso, o Henri, o outrora menino que hoje trabalha com cavalos e que um dia disse que se não tivesse trissomia 21, gostaria de ter trissomia 22. Fascinante e demonstrativo que é possível ir mais além em relação a esta realidade. Como tudo, basta querermos...

    

     É preciso olhar para o mundo com olhos de ver. A gente vê-se por aí...

 

 

www.olhar21.com

 

  

 



vadiado por homem de negro às 23:48
Ligação vadia | Vadia para mim

2 comentários:
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaa a 30 de Março de 2010 às 11:48
Olhos de ver e coração de sentir.

Beijo.


De Helena Moura a 25 de Março de 2010 às 19:18
Adorei as suas palavras. Obrigada poe ter estado connosco e por ter "captado" certamente momentos únicos destes meninos e jovens tão especiais. Eles é que sáo SUPER porque apesar de todas as barreiras, aprendem e crescem e trabalham e são felizes...
Bem haja
Helena Moura, Associação Olhar 21


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds