Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Quinta-feira, 18 de Março de 2010
Medo...

 

 

 

     Percorre-me a alma um imenso mundo de tristeza e dor. Pelas muitas recordações de quem tenho amado e se foi embora. Pela minha mãe. Pelo meu primo. Pelos amigos que foram ficando pelo caminho. Por tudo o que perdi ao longo dos últimos tempos, pelo muito pouco que tenho agora. Apenas a incerteza campeia e ganha espaço em mim...

     Corri este dia que de sol foi em tons de cinzento. A busca contínua por um trabalho que me devolva a dignidade, sem resultados. A luta diária para resolver todos os problemas que me surgem no caminho, para levantar a cabeça e lutar por uma vida melhor, para poder dar ao meu filho o que lhe tenho dado até agora...

     Às vezes, em noites como esta, faltam-me as forças. A tristeza que me buscou durante todo o dia explode noite fora em lágrimas e em desespero, em vontade de desistir desta vida malvada que só me traz tristezas. Sinto crescer em mim uma vontade de partir para um qualquer outro lugar onde a vida volte a ganhar sentido. Mas até isso me está vedado porque continuo a ter vidas para acompanhar, como diz a canção...

     Vou ali e sento-me, fumo um cigarro e converso com a minha mãe. Choro. Peço ajuda. Tenho medo, fluem-me dos olhos estas lágrimas companheiras que tantas vezes me ajudaram a tirar do peito esta dor, este sufoco, esta vontade de ir. Simplesmente ir, sem olhar para trás...

     Precisava de ti, mãe. Que me olhasses e me acariciasses o cabelo. Que me sorrisses e não me deixasses sentir tão só, tão pequenino, tão perdido. É em dias assim que me lembro mais de ti, quando não sei o que fazer da minha vida, quando esta não tem qualquer sentido. E nem a chuva que cai me ajuda...

     Vela por mim, minha mãe, que a loucura atravessa-me a mente e às vezes já não sei quem sou. Porque não quero ser este ser que tanta tristeza sente hoje. Vela por mim, irmãzita, que tenho comigo um vazio maldito que me faz ter medo da vida. Eu que não sou de desistir. Mas, hoje, tenho medo...

 

 



vadiado por homem de negro às 01:23
Ligação vadia | Vadia para mim

3 comentários:
De Ana a 29 de Março de 2010 às 23:43
O vazio que fica é sem duvida o maior peso, parece que a medida que ando arrasto uma sombra de 20 toneladas, que não me prende a pele mas sim o interior... Os dias sao marcados por picos, "o ta tudo bem e vai ficar bem" e o "nao, ta td mal, n é justo"... Ainda assim, como a minha mae diz, o meu pai está ao pe da Elsa e de todo o pessoal. Aposto que quando chegar a nossa vez, para onde quer que agente vá, o meu pai reunirá toda a gente que ja partiu tambem e sera feita uma alta comezana, cheia de risos e brindes, tao tipico dele.

:) apesar de tudo, temos de olhar para a frente e continuar, por muito que essa estrada nos pareça inacessivel.

beijo*


De homem de negro a 31 de Março de 2010 às 00:48
Olá...
Levanta o rosto, limpa as lágrimas e segue. Porque não esquecemos quem de nós partiu. Porque amámos. Porque há vidas que continuamos a ter de acompanhar. Porque somos uns para os outros. E porque, de certeza, lá nos encontraremos todos nessa comezaina, entre copos, amigos e saudade...
Um beijo, primita , a gente vê-se por aí...


De . a 18 de Março de 2010 às 22:24
http://www.youtube.com/watch?v=U0-XhexxIkI


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds