Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010
Caminhos cruzados...

 

 

Caro Vadiando...
 
Traz-me por cá este que é o dia do teu aniversário, aquele em que comecei a alinhavar as primeiras palavras, expondo a nu tudo o que da alma me fugia, tudo o que me ia no ser. Passados que estão quatro anos, a verdade é que enveredámos juntos por muitos caminhos, mas nunca deixámos o norte que nos orienta. Cresceste a par comigo, soubeste escutar os meus dias bons, acarinhaste, acima de tudo, tantos dias maus...
Tenho para mim que nos últimos tempos te abandonei um pouco mas que nunca deixei de voltar. Porque, entre tantas vadiagens, és seguramente o meu porto de abrigo, onde deixo que amainem ventos e tempestades, onde passo ao "papel" tanta da minha solidão e das minhas mágoas. Porque, para mim, sempre foi mais fácil escrever quando os dias são tristes e as noites de dor...
Conheces-me bem. Tu e tantos companheiros e companheiras que por aqui passam. Nunca desistirei por mais que a vida me tente atirar abaixo. Nunca me entregarei ao desespero e à loucura porque a vida se entretêm a pregar-me partidas más. Não sou indestrutível, sabemos ambos, mas sabemos igualmente de que raça é feita a minha alma vadia...
Porque, se preciso for, procuro-te para chorar e escrever, para sorrir, para partilhar com outras almas o que por aqui vai. Sob a forma de palavras, que eu nunca fui de procurar outros seres para desabafar. Minha culpa, minha forma de ser, caminhos nossos. E sempre de portas abertas a toda a gente, porque como livre pensador que sou abomino todas as formas de censura e todas as grilhetas...
Parabéns, então, companheiro das minhas andanças. Vamos para a frente com mais um ano de  luta, de palavras, de sorrisos, de alegrias, de loucuras, de partidas, de chegadas, de imagens, de poemas, de parvoíces, enfim,  acima de tudo de um mundo feito das nossas vadiagens...
 
"Uma coisa bem feita, fica sempre bem feita. Uma coisa mal feita, tem de voltar a ser feita. Mas a maior parte das vezes aprender está no caminho..."
 
A gente vê-se por aí...


vadiado por homem de negro às 01:00
Ligação vadia | Vadia para mim

1 comentário:
De Genny a 2 de Fevereiro de 2010 às 09:21
e queremos continuar a ver-te por aqui....
um grande abraço!


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds