Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Domingo, 28 de Junho de 2009
Lá fora...

 

     Perdoa-me estas lágrimas teimosas, mas dói-me tanto. Fluiu a mágoa que tem andado fugidia, que penso conseguir combater. Mas há alturas em que apenas estas lágrimas fazem sentido. Como hoje. Como agora...

     Trabalhei por entre os sorrisos de gente feliz, com a alegria que estes momentos conferem. Mas senti-me só. Por entre as minhas imagens e os meus pensamentos, veio-me a tristeza. E a saudade, queria tanto poder abraçar-te, ter o teu colo para acarinhar o meu viver...

     Depois, o regresso a casa, de novo os meus pensamentos. Não me esperas. "Lá fora faz tanto frio" e as lágrimas que deixo correr. Por entre as luzes da noite e o fumo do meu cigarro, por entre as lágrimas  e esta chuva que hoje veio. Faz sentido, sempre fez. Lágrimas, chuva, palavras...

     Perdoa-me estas lágrimas teimosas. Chove. Vou fumar um cigarro. E falar com a minha amiga chuva. E contigo também. Com os meus mortos. Eles sabem de mim...

 



vadiado por homem de negro às 05:00
Ligação vadia | Vadia para mim

3 comentários:
De Dulcilena a 13 de Julho de 2009 às 11:57
Depois de ver este gesto e no dia seguinte ouvir o alberto joão jardim, fiquei a
Será que temos um Governo de corlleones!!!
Parece que a máfia da secilia passou para cá.

Espero que esteja tudo bem contigo e o teu filhote.
Eu estou indo...

Beijinhos Dolces


De gi a 28 de Junho de 2009 às 23:57
És um bocado grande para que te possa dar colo, mas deixo um carinho em letras... com a certeza que a saudade companheira regressará quando menos a esperares...
Fala sempre com os teus mortos...são teus...
mas deixa sempre boas palavras para os vivos..."tens vidas para acompanhar"!
Um colo, um carinho e uma beijoca para o companheiro e amigo vadio, de quem tanto gosto,
gi


De Mónica Carvalho a 28 de Junho de 2009 às 23:36
claro q sim...
as lágrimas são sempre perdoadas!

Um BEIJO GRANDE e um XI apertado (faz bem...ajuda a secar as lágrimas)!


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds