Quando eu morrer, dá-me um cravo vermelho, simbolo da liberdade, e leva-me ao mar. Não chores, a vida é o que mais bonito temos e eu procurei sempre viver a minha da forma mais pura possível... Porque sei sorrir e sei chorar... Bem-vindo sejas...
Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009
Carta a uma amiga...

 

 

 

 

 

Coimbra, 2 de Fevereiro de 2009

 

 

 

 

     Cara mia

 

 

     Espero que estejas bem quando leres estas duas letritas que aqui alinhavo que nós por cá andamos bem, a par da muita chuva que já lavou o cheiro da terra molhada que tanto gostamos. Diz-se até que é o Janeiro mais chuvoso dos últimos 30 anos, o que também já era necessário para encher as nossas reservas de água. Quem não está muito satisfeito são os donos daquelas esplanadas à beira rio, onde tomar um café em boa companhia sabe tão bem, que estão inundadas. Mas adiante...

     Prende-se a razão desta pequena carta com o teu aniversário, fazes hoje 38 anos e não poderia, de forma alguma, deixar passar em claro esta data, apesar de considerar que a partir de determinada altura os parabéns por mais um ano são o que menos gostamos de ouvir. Como é óbvio, teria de ser mestre Tim a acompanhar os meus votos de parabéns, ainda que a letra seja de uma banda de dias mais antigos...

     Quero que saibas que estes anos em que aprendemos a conhecer-nos foram muito importantes para mim. Apesar dos altos e baixos, existes num cantinho muito especial do meu coração, atravessámos muitos escolhos neste mar revoltoso que é viver mas no fim sobra ainda mais carinho, daquele que sabemos dar um ao outro em dias muito difíceis. Porque nos outros não é necessário estarmos lado a lado. E no fim saímos sempre a ganhar..

     És importante para mim, muito importante. Escusado será dizer que me doeram imenso os dias em que trocámos palavras mais azedas, os dias em que nos afastámos um do outro por coisas que na verdade vinham de fora e nada nos deveriam fazer. Porque sempre achei que o nosso gostar era especial. Mas a vantagem de ser amigo de alguém é que se sabe sempre como dar a volta e reacender o que realmente é verdadeiro quando se gosta apenas por gostar...

     Não são necessárias mais palavras, caríssima. Apenas que saibas que hoje, como em tantos outros dias, eu que sou eu gosto muito de tu que és tu. Seja como for, que eu já me habituei a levar da vida as coisas boas que ela me vai dando. E é uma honra poder ser teu amigo, sabes...

     Parabéns pelos teus 38 anos, espero que passes um dia muito bonito, na companhia de quem te possa fazer efectivamente feliz. E que hajam sempre malmequeres e sorrisos...

     Um beijo vadio. A gente vê-se por aí...

 

 

Teu amigo

J.C.

 

 

 


sinto-me: Feliz...
música: Por quem não esqueci - Tim

vadiado por homem de negro às 00:10
Ligação vadia | Vadia para mim

2 comentários:
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaa a 5 de Fevereiro de 2009 às 00:25
Algures por aí, 4.Fev.2009

Meu amigo,

Fico feliz ao ler esta carta e muito mais em saber que por aí se está bem. Eu encontro-me em luta constante, com tudo e com todos (é a vida e temos de a viver como sabemos e podemos).

A chuva... olha, aqui a neve tem sido demais que até eu para cansar. Deixa-me aflita quando a encontro, no ar e no chão, a caminho do trabalho e de casa.

Pois foi. Vivi mais um ano. Aprendi mais qualquer coisa. Mas ainda há tanto para viver e aprender que prefiro esquecer o peso da idade e pensar que sou sempre jovem (vê lá que nem me lembrava se eram 38 ou 39, credo!).

A amizade é feita de picos e baixas (o ciclo da amizade) e quem é amigo diz o que realmente sente e não o que é agradável ao ouvido (e ao ego). A minha noção de amizade é esta. E já tenho idade para não mudar... eheheheh.

Também não preciso de mais palavras. Tu sabes.

O Carnaval está quase aí.

Um beijo,
Loba.


De Cristal a 2 de Fevereiro de 2009 às 10:30
Para a menina muitos parabéns e que o dia de hoje se repita por muitos e muitos anos.....
Beijos cristalinos


Comentar este texto vadio

homem de negro
Procurar vadiagens
 
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Vadiagens recentes

Parabéns...

Minha querida India...

Amor incondicional...

Amor incondicional...

Procurando...

Coisas que eu sei...

Ora pois...

El comandante...

You and I...

...

Até amanhã, camarada...

Um ano mais....

Dias felizes...

O menino e o cão...

Hoje é sexta feira 13...

25 de Abril sempre?

O tempo e saudade...

Olá...

Até já...

Recordar-te...

Vadiagens guardadas

Janeiro 2016

Novembro 2015

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

antros de perdição
sons vadios...

Search Video Codes
blogs SAPO
subscrever feeds